Como as marcas podem ajudar em tempo de Covid-19?

É importante para as empresas entenderem as necessidades e comportamentos dos seus consumidores, sem deixar ninguém de lado

Um dos grupos mais afetados pela crise na saúde são os moradores de periferia. No entanto, a  maioria das pesquisas não considera esse espectro da sociedade em seus dados. Para entender melhor o sentimento do consumidor das periferias, as agências Reponsa e Bullet se uniram para mapear o comportamento da periferia durante a pandemia.

O relatório engloba dados de 525 brasileiros, 28% do público masculino e 72% do público feminino. As perguntas do questionário levantavam temas como o impacto do coronavírus, a situação dos locais onde moram e o papel das marcas. Uma das conclusões foi que, apesar do conflito de informações, as regiões periféricas sabem da gravidade da pandemia.

De acordo com o estudo, há o reconhecimento de que as marcas estão fazendo algo, porém, com poucas ações direcionadas ao povo mais necessitado. Os entrevistados consideram que as marcas estão sendo muito generalistas.

Como a marca pode ser útil?

Com a pesquisa, é possível identificar que os consumidores da periferia buscam mais que a conscientização de “lavar as mãos, usar álcool gel e evitar contato”. Eles precisam sanar essas e outras necessidades básicas de higiene e alimentação. Além disso, os entrevistados também consideram importante conexão à internet para obter informações atualizadas e entretenimento.

Confira no gráfico abaixo o que o público participante da pesquisa considera mais importante nesse momento:

– Como podem ajudar?

Agora é chegado o momento de repensar e entender que os recursos podem ser redirecionados na estratégia de comunicação. É hora de conectar com os clientes e tratá-los como pessoas. Criar projetos talvez não seja o ideal, já que diversos projetos sociais estão desempenhando um papel fundamental na sociedade e já sabem exatamente o que as comunidades precisam. O papel da empresa nos dias de hoje é de apoio. Faça um mapeamento e entenda onde está seu consumidor. Veja quais as necessidades daquela região. Faça pesquisa de campo e disponibilize o que for necessário.

Gostou? Compartilhe: