o marketing em tempos de coronavirus

O marketing em tempos de Corona: 5 ações para te inspirar

O Coronavírus tomou proporções alarmantes nas últimas semanas e mudou completamente nossas vidas. Em tempo recorde, o vírus se espalhou pelo mundo, gerando uma verdadeira crise que ultrapassa os limites da saúde pública. Com seu impacto também na economia, é impossível para as marcas não se posicionarem neste momento. 

Diante de todo esse cenário de caos, como fazer um marketing que além de bom, seja capaz de atrair a atenção do consumidor?

Ainda que esse não seja um problema específico de mercado ou da nossa área, se respinga nela, há a necessidade de gerenciamento da crise. Por isso, nessa fase difícil para todo mundo, algumas empresas desenvolveram importantes ações, aproveitando a situação para se tornarem mais relevantes e, claro, conscientizar seu público. 

Conheça algumas dessas ações:

Mercado Livre

Um dos elementos mais importantes de um negócio é a marca. Ela é sua identidade e, por isso, qualquer processo de rebranding deve ser muito bem pensado. Mesmo assim, algumas empresas reconheceram no momento uma oportunidade. Foi o caso, por exemplo do famoso aperto de mão na logo do Mercado Livre, que foi substituído por um toque de cotovelos. “Juntos. De mãos dadas, ou não”, diz o slogan que acompanha a iniciativa. A ação busca conscientizar os usuários acerca das recomendações da OMS para a prevenção da doença, uma vez que o vírus é transmitido através do contato físico.
Além disso, a campanha aproveitou para incentivar o consumo consciente. Neste cenário que pode parecer tão apocalíptico quanto um episódio de The Walking Dead, algumas pessoas estão comprando mais do que o necessário. O Mercado Livre dá o seu recado e avisa que ainda não é o fim do mundo. Por isso, é hora de pensar no coletivo.

 

Hershey’s nos EUA

Aproveitar uma oportunidade não diz respeito somente a lançar novas campanhas aproveitando determinada situação. É também saber a hora de sair de cena. Seguindo essa lógica, a Hershey’s, marca de doces conhecida mundialmente, parou de veicular dois de seus comerciais devido à crise do coronavírus. Nos vídeos, pessoas se abraçavam e davam as mãos. Na atual condição em que estamos, esses gestos devem ser evitados a fim de evitar a propagação da doença. Para de transmitir a propaganda demonstra sensibilidade e responsabilidade da marca com o público e o momento.
Contudo, vale lembrar: toda publicidade deve estar bem alinhada ao posicionamento da empresa para ser válida. Não é eficaz passar uma imagem para o público e, na prática, não agir de acordo. O público percebe e não gosta de incoerências. Um bom exemplo é o MCDonald’s. A empresa alimentícia anunciou uma ação em solidariedade a este difícil momento no dia 17 de março. Pouco tempo depois, voltou atrás devido às severas críticas que recebeu por conta do tratamento aos seus funcionários.


#distanciasalva

Quando o isolamento social começou a ser recomendado a fim de evitar novas contaminações pelo coronavírus, um grupo de publicitários criou a campanha #DistânciaSalva. A ação começou com uma página no Instagram para o simples compartilhamento de experiências. Porém, com o tempo, marcas começaram a apoiar o movimento, usando a hashtag para encorajar seus clientes a ficarem em casa.


Ambev

A cervejaria Ambev foi ainda mais longe e mudou mais do que sua identidade visual: passou a produzir álcool em gel. O produto é extremamente importante para manter a higiene e evitar a contaminação. Porém, com a demanda crescente, está em falta no mercado. Por isso, a empresa vai doar cerca de 500 mil unidades do produto para hospitais públicos com as maiores quantidades de casos da doença no Brasil.
A iniciativa não é exclusiva da Ambev. Na França, a Louis Vuitton adotou o mesmo posicionamento. A marca de luxo interrompeu a produção de perfumes para fabricar álcool em gel. Assim como no Brasil, o produto será doado a hospitais no país europeu.

Serviços de streaming

Não sair de casa é uma das principais recomendações neste momento para evitar que o vírus se espalhe. Para distrair as pessoas durante esse período extremamente necessário, mas meio entediante, alguns serviços de streaming, canais fechados e até operadoras de TV liberaram acesso gratuito para os usuários

Saber se posicionar mediante uma crise é fundamental para qualquer marca que pretenda ser relevante. Tão importante quanto a necessidade do posicionamento é buscar ser autêntico na comunicação em vez de apenas “ecoar”  a mesma mensagem. Mais do que nunca, hoje os clientes buscam por marcas que ofereçam muito mais que qualidade nos produtos. O consumidor atual está focado em tudo o que estar relacionado com sua marca significa para ele. (Falamos um pouco sobre as tendências do marketing digital para 2020 e como aproveitá-las neste artigo). Por isso, as atitudes de agora tornam sua marca mais forte depois que a crise passar.

Gostou? Compartilhe: